segunda-feira, 28 de maio de 2012

Deslizador de canalhas

          Desta vez, a revista eletrônica do Smithsonian Institute publicou um artigo sobre uma recente invenção de cientistas do Instituto Tecnológico de Massachusetts, o renomado MIT. Trata-se de uma substância denominada LiquiGlide, algo assim como “deslizador de líquidos”. Antes de desistir deste texto, leia de novo o título e, acredite, chegarei lá.

sexta-feira, 25 de maio de 2012

Poucas palavras

           “Vende-se. Sapatos de bebê. Nunca usados.”
          Atribui-se estas poucas palavras a Ernest Hemingway, mas sem comprovação da autoria.

terça-feira, 22 de maio de 2012

Triunfo da arte “menor”

          E o Prêmio Camões de 2012 foi concedido a Dalton Trevisan. Nos seus vinte e quatro anos de existência, pela primeira vez este prêmio, que distingue escritores de lingua portuguesa, é dado a um contista. Antes dele só romancistas, poetas e críticos literários.

quinta-feira, 17 de maio de 2012

Centro do Rio de Janeiro

          Na Rua da Carioca encontrava-se os músicos do regional Época de Ouro, comprando cordas de aço na Guitarra de Prata. E o Cinema Íris, hoje de péssima fama, antigamente de mal mesmo só causava rinite alérgica.

quinta-feira, 10 de maio de 2012

O passeio de Afrodite

     Um dos grandes encantos da vida e da arte é o mito de Afrodite, a divindade grega do amor e da beleza, cuja versão romana é Venus. A deusa tem uma dimensão literalmente astronômica, por exemplo, no evento celeste conhecido como trânsito de Venus.

terça-feira, 8 de maio de 2012

Maestro

     Há tempos, um famoso maestro* comentou que "reger é transmitir o impulso musical através do gesto", uma metáfora adequada para as consequências das atitudes de alguém com ascendência sobre outros.

domingo, 6 de maio de 2012

Pinguins e Mandelas

          A revista eletrônica do Smithsonian Institute publicou um artigo excelente sobre pinguins africanos*. Não mude de canal, prometo que vai ficar interessante.

terça-feira, 1 de maio de 2012

Quatro décadas de esquina

            Há quarenta anos saiu o long play “Clube da esquina”. Puxa, faz tanto tempo assim? Faz sim, pare de lamentar que não se faz mais bolacha preta e só se ouve emepetrês, de resmungar que não dá para apreciar direito a pujança da voz do Milton ou a sutileza dos arranjos do Wagner Tiso sem a agulha diamante original do seu toca-discos Grundig, que custou uma nota e está parado há anos. A vida é curta e não se deve perder tempo reclamando que o próprio passa.