quinta-feira, 26 de julho de 2012

Fora daqui!

          Foi o que uma galáxia disse para um buraco negro. Foi isso que li no jornal. Ou quase isso. O fato é que cientistas detectaram indícios de que um buraco negro está sendo expulso de uma galáxia. Não se assuste. Relaxe e tenha um pouquinho de paciência. Até eu, que não entendo bulhufas de Astrofísica, consigo explicar.

quinta-feira, 19 de julho de 2012

Uma calcinha

          Há alguns anos, a pesquisadora Beatrix Nutz, da Universidade de Innsbruck descobriu, em meio a outros itens de vestuário emparedados no segundo andar de um castelo no Tirol, uma calcinha que veio a ser datada de 1480. Diz-se que a atribuição de tal data foi objeto de feroz polêmica, que só foi resolvida, há poucos meses, com o emprego de alta tecnologia. Então, na falta de coisa melhor, aqui vai uma modesta contribuição à história dos eventos que culminaram no insólito achado do que, atualmente, se festeja como o mais antigo exemplar daquele importante apetrecho de moda íntima feminina.

sábado, 14 de julho de 2012

Os Beatles de cada um

          Os puristas dirão que os Quarry Men já existiam em 1957, que em 1960 já tinham sido Johnny and the Moondogs, Beatals, Silver Beetles, depois Silver Beatles, que no mesmo ano perderam o prateado e tornaram-se Beatles, e que em 1961 já tinham gravado faixas exclusivas entremeadas com acompanhamentos no disco Tony Sheridan and the beat brothers. Mas, com seus cabelos de cuia, quatro garotos ingleses só viraram os Beatles mesmo com a contratação pelo produtor George Martin (o "quinto Beatle"), a consolidação de Ringo Starr como baterista e o lançamento do compacto Love me do, tudo isso entre 6 de junho e 5 de outubro de 1962. Portanto, com  vossa licença, neste ano da graça de 2012 eu comemoro o cinquentenário dos Beatles. Quem quiser que conte outra.

terça-feira, 10 de julho de 2012

Zoilos! Tremei!

          “Zoilos! Tremei! - Posteridade! És minha.” Talvez Peter Higgs, o cientista britânico que previu a existência do que alguns insistem em chamar de “partícula de Deus”, estivesse a murmurar este verso no dia 4 de julho de 2012. Naquela manhã ele assistiu, na sede da Organização Européia de Pesquisa Nuclear (CERN), em Genebra, à apresentação de fortes indícios experimentais da existência do “boson de Higgs”, a partícula elementar prevista por um conceito de Física formulado por ele há quase meio século.

quinta-feira, 5 de julho de 2012

No meio do caminho tinha um gambá

          Ainda criança, decidi. Seria médico. Mas, no meio do caminho tinha um gambá. E eu virei um neurocientista.