segunda-feira, 27 de agosto de 2012

O cachorro e a roupa lavada

          Sabe aquela historinha da criança que perguntou à mãe por que, em vez de ter um trabalhão para dar banho no cãozinho e ainda levar uma chuva de respingos, não botava o bicho na máquina de lavar? Pois, cientistas do Instituto Tecnológico da Georgia, nos EUA, filmaram com câmeras de alta velocidade vários bichos peludos, incluindo cinco raças diferentes de cachorros e concluiram que esses animais, assim como camundongos ou ursos, são capazes de se livrar de setenta por cento da água em uma fração de segundo, com aquelas sacudidelas que eles dão quando encharcados.

segunda-feira, 20 de agosto de 2012

A parábola do nono filho

          Gildásio tinha um telescópio meio troncho, mas não tirava os olhos do céu. Ficava concentrado no espaço sideral, desde a hora em que a Estrela Dalva aparecia até Etelvina soltar os cachorros. “Homem, larga esta porcaria e vem deitar, diabo dos infernos!”. Sabe-se lá de que jeito tiveram nove filhos, contando só os que vingaram.

segunda-feira, 13 de agosto de 2012

O sorriso da Tara

          Não é nada do que você está pensando. A Tara do título não começa com letra maiúscula por alguma perversão do locutor que vos fala, É o nome de uma pesquisadora do Departamento de Psicologia da Universidade do Kansas, que estuda emoções, estresse e...sorrisos.

terça-feira, 7 de agosto de 2012

As cores do Imperador

          Há alguns anos passei por cirurgias para catarata, que é a perda de transparência do cristalino (a lente interna do olho), a qual ocorre com o avançar da idade ou, precocemente, em rapazolas como eu...Meus cristalinos opacos foram substituidos por lentes artificiais. Depois das cirurgias, a sensação mais marcante é a vivacidade das cores. As folhas da mangueira, em frente à minha varanda, nunca pareceram tão verdes. Mas, o que tem isso a ver com o imperador do título?

quinta-feira, 2 de agosto de 2012

Sete minutos

          Está programado para a madrugada de seis de agosto próximo, às duas e meia no horário de Brasilia, o pouso do laboratório científico Curiosity na superfície de Marte, dando início a uma nova etapa da exploração deste planeta. O laboratório é um veículo de seis rodas com numerosos instrumentos para coletar, analisar e enviar informações sobre amostras de material do planeta vermelho. Um dos principais objetivos desta missão é confirmar, ou ao menos reforçar, os indícios de existência de água por lá e, como se sabe, água em outro planeta é sempre motivo de comemoração e especulação, sem falar na proliferação de historietas de marcianos e abduções interplanetárias...